Skip navigation

Monthly Archives: julho 2010

Ocorreu ontem, dia 25, a edição de verão do Wonder Festival 2010. Patrocinado pela Kaiyodo, o WF é um dos eventos onde os fabricantes mostram ao mercado quais serão as próximas novidades, além de oferecer também espaço para modelistas independentes.

Seguem alguns links onde é possível conhecer diversas das novidades que estarão no mercado nos próximos meses:

http://akibahobby.net/2010/07/wf2010s_photo.html

http://gigazine.net/index.php?/news/comments/20100725_wf2010_s_summary/

http://wakarimasenlol.com/2010/07/26/wonfest-summer-2010-figurines-preview/4799

http://www.dannychoo.com/post/en/25703/WF2010+Good+Smile+Company.html

Para os que apreciam cosplay, eis algumas imagens de cosplayers no evento:

http://blog.livedoor.jp/geek/archives/51059026.html

É uma triste constatação: o mercado brasileiro de colecionáveis está saturado de produtos piratas. Incluindo o mercado curitibano, infelizmente. O público que compra tais produtos leva para casa itens de qualidade sofrível, no mínimo, além de alimentar o círculo vicioso de oportunistas, sejam estes os próprios piratas ou os revendedores.

Preocupada com a disseminação de bootlegs, os produtos piratas, a GoodSmile Company preparou várias páginas que contém alguns exemplos das falsificações. Estas podem ser acessadas a partir do seguinte link:

http://www.goodsmile.info/page/en/post/all/kaizoku/all/all/all/published/1.html

Uma análise visual bem simples das imagens revela detalhes que passariam desapercebidos, principalmente em uma compra por impulso motivada por aquele “precinho camarada” inacreditável. Basicamente, vermelho = original e azul = pirata, caso alguém tenha dificuldade em identificar. Para facilitar seguem dois exemplos, comentados.

GoodSmile Nendoroid Saber Lily

Falsa à esquerda, original à direita. Notem como a face da peça falsa parece estar “oleosa”, enquanto a original não tem este brilho. Percebam a diferença no acabamento dos cabelos, incluindo o encaixe do ahoge, textura e cor. Não menos importante, notem também que a cabeça da peça falsa é menor.


Falsa à esquerda, original à direita. Diferenças bastante sutis separam a caixa falsa da original, com certos detalhes aparecendo “demais” na versão falsa. Notar a ausência do selo de autenticidade na peça falsa.

Falsa à esquerda, original à direita. A base da peça falsa mostra apenas o “MADE IN CHINA”, gravado em alto relevo ao fundo. A base original apresenta as informações de copyright gravadas em tinta, além de um design mais limpo e com formas melhor definidas.

MaxFactory Saber Zero

Original à esquerda, falsa à direita. Notar a posição do ahoge, o aspecto oleoso da face e da roupa, além do acabamento e cor dos cabelos.

Original à esquerda, falsa à direita. Notar o logo levemente apagado na versão falsa, e a ausência do selo holográfico.

Enfim, todo cuidado é pouco com os oportunistas. Desconfiem se encontrarem Nendoroid mais barato que Figma, por exemplo – pelo menos quando se tratam de Figma normais.